quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

O que estou pensando hoje

Por coincidência estou lendo "O Zahir"... e neste momento percebendo que ultimamente faço o que não estou gostando só para viver com conforto!
Minha vontade era de sair por ai, pelo mundo... viajando, vivendo coisas diferentes e fazendo coisas diferentes a cada dia!
Encontrei essa mensagem abaixo e por achar que parece com o momento que estou vivendo resolvi postar:

"Do objeto do amor
Postado por Paulo Coelho em 11 de Janeiro de 2009 às 00:30
Sartre costumava dizer: “a liberdade do homem consiste em escolher a própria escravidão”. Nós lemos isso, e pensamos: “bem, parece que ele tem razão”.

Trabalho oito horas por dia, e se for promovido, passarei a trabalhar doze horas. Casei-me, e agora não tenho mais tempo para mim mesmo. Procurei Deus, e sou obrigado a ir a cultos, missas, cerimônias religiosas. Tudo que é importante nesta vida - amor, trabalho, fé - termina se transformando em um fardo pesado demais”.

Só existe uma maneira de escapar disso: o amor. Amar o que fazemos é transformar escravidão em liberdade.

Se não podemos amar, é melhor parar agora. Jesus disse: “se teu olho esquerdo te escandaliza, fura-o. É melhor estar cego de um olho, do que fazer com que todo o teu corpo pereça nas trevas”.

A frase é dura. Mas é isso aí."

fonte: http://colunas.g1.com.br/paulocoelho/

Um comentário:

Pacheco disse...

É difícil desvencilhar das amarras da sociedade em que vivemos...